Tuesday, April 11, 2006

bar$a - Benfica: uma viagem demente ou o verdadeiro porquê.



O que é que leva pessoas como eu a fazerem tantos Km para vermos ao vivo um jogo de futebol? Porque é que não ficamos quietinhos, no quentinho do lar, com as repetições televisivas e sem precisar de cantar?

Porque é que hipotecamos dias de férias, faltamos às aulas, ao emprego e não estamos com a família?

Terça feira, oito da noite e concentramo-nos na Luz. A caravana espera pelas pessoas atrasadas, acertam-se contas de quem pagou ou não e, por alguma razão estranha, ainda não arrancámos. Esperamos pelas despedidas do J. (http://jojojoli.blogspot.com) e finalmente partimos.

Na minha carrinha vamos 8. Eu, Pulga, D., Mari (a novata), V., C., M. (primo do V.) e Couna (este nome é bastante peculiar (daí que não mereça ser tratado pela inicial) porque ninguém pronuncia o "u". Bem a propósito, a Pulga tem a primeira grande tirada da viagem e diz "Couna não, seja cu." Uma tirada infeliz, mas nós somos pessoas sofisticadas e ninguém se riu. Ok, rimo-nos e muito, admito.)

Os prognósticos para o jogo nem são dignos de apresentar porque só podiam ser ditos caso o Benfica passasse. A viagem continua com recordações das vidas Benfiquistas, da final da UEFA do ano passado (foi um deleite ouvir o V. a contar a sua aventura em pleno alvalade) e do Bessa ( o dia mais feliz de toda a gente daquela caravana). Pessoas que mal se conhecem começam a dar-se bem pela simples coincidência de serem do mesmo clube.

Porquê? A pergunta fascina-me. Ando há anos a prometer a mim mesmo ler o D.Quixote, o que seria bastante fácil de terça à noite até à madrugada de quinta para sexta feira. Mas não, não posso faltar. É o Benfica. O meu Benfica. Cervantes que me perdoe, mas por um golo do Benfica lá, eu morro sem nunca tocar no livro.

Sucedem-se as paragens, estilo comboio regional. O D. aplica-se como ninguém a colar os auto-colantes dos Diabos em tudo o que tenha um espacinho livre de Lisboa a Barcelona.

Na estrada, a outra carrinha, conduzida pelo Amadora, é um género de Ronaldinho do asfalto com piscas para um lado e ultrapassagens pelo outro, marcha-atrás em plena auto-estrada porque se falham saídas (se os meus pais um dia lerem isto quero informar que tudo o que aqui se escreve é mentira.) e paragem em Mérida. Nisto já vamos em horas e horas de viagem e com poucos Km para o tempo já gasto. Ninguém quer saber, toda a gente dá gargalhadas.

"És maluquinho." disseram-me na faculdade. "Já marcaste a viagem? E se levam 5 na Luz?!" "De carrinha...Era mesmo eu..." Nós não somos assim. Nós não andamos nisto quando o nosso clube ganha, nem nos prendemos com pormaiores de termos melhor ou pior equipa que o ano passado. É algo mais forte.

Dois "tugas" vieram atrás de nós na auto-estrada porque não sabem o caminho., São também eles forçados a fazer uma marcha-atrás que devia dar cadeia e ainda aturam o adepto_fanático a festejar golos "à Brolin" (não posso especificar esta piada, lamento). Entre Heroes del Silencio na rádio e perguntas sobre o Mundial de 94 chegamos a Barcelona às 11.30 da manhã.

Primeira confusão: há problemas com a marcação do hostel. Ainda escaldados com as aventuras de Liverpool, a maioria da tripulação está com um olhar de catástrofe. Tudo se resolve e temos alojamento para todos e ao mesmo preço, na mesma zona. "Tudo corre demasiado bem" diz a R. "Não vamos ganhar." Merda para a matemática das superstições.

Amadora e N-CB gritam a dizer que ficam com o quarto para dois. A visão da cama de casal não era o que eles esperavam. O resto da comitiva ri-se a bom rir.

O sector visitante em Barcelona é uma merda, o ambiente é o de um funeral, as probabilidades de passarmos são mínimas. Quero ir. Ardentemente. Porquê? Mas porquê?

As ramblas estão pintadas de vermelho e Camp Nou é muito feio. Cansados, com poucas horas de sono (poucas e más, porque dormir em carrinhas não é o Ritz...) chegamos ao estádio. Começam as provocações com os culés e o D. dá um show com o seu castelhano e madridismo. Pergunta ao senhor que vendia batatas do bar$a senão tinha "patatas Madrid?" e nisto vemos o casual do bar$a ao qual só faltava um letreiro fluorescente a dizer "Casual". De olho nos paninhos e nos ultras do RCDE que estavam no nosso sector, de patilhas suspeitas e casaco da hooligan, fervoroso a cantar o hino blaugrana, valeu umas grandes risadas quando começou a tirar fotografias. Fizemos-lhe adeus, sinais com os dedos, sorrisos e tudo o mais. O gajo bem que nos podia mandar as fotos.

As melhores tiradas durante o jogo:

"Oh velho! Conta-me uma história de Berna 61!"

"Quien es independiente? Hipotese A. Portugal. B. Catalunya. Respuesta correcta: A!"

"Motta juega el "andebalón" " - o castelhano do adepto_fanático é qualquer coisa...

"Limpa a cuequinha!..." - na primeira vez que o Benfica chega lá à frente...

E uma salva de palmas para este diálogo:

"Quantas Champions tienes, cabron? Nosotros duas!"

"Nosotros tenemos 5 de hóquei!" - grita o velho catalão

"Parecem o ceportém, caralho! Estamos a falar de bola a sério!"

Perdemos e não quero falar mais sobre aqueles 90 minutos.

Porque é que eu tenho a certeza que mesmo que percamos me vou orgulhar de ter ido?!

O regresso começa bem, depois de uma rápida visita à Sagrada Família, e um dos homens do parque de estacionamento bate numa das carrinhas. Preencheram mal três mil declarações amigáveis e atrasaram consideravelmente o regresso. Depois de muitas horas de paciência e de jogos de polícia bom e polícia mau para eles preencherem aquilo decentemente, Amadora tem a tirada de polícia mauzão tuga(não a vou por aqui, ele próprio vai ter a honra de a escrever nos comentários...).

Paragem no Camp Nou para tirar fotos e assistimos a um acidente de mota. Vou poupar-vos pormenores sobre os risos porque a primeira pergunta que o D. fez ao rapaz que caíu não foi "Estás bem?", mas "És do bar$a?".

O regresso corre normalmente, ou seja, ensinámos a Mari a partir garrafas de cerveja ("a primeira vez nunca é boa, Mari", "As XL e as pretas são mais dificeis" foram as tiradas que a rapariga sofreu [já agora, fica o convite de todos para te juntares ao sector para o ano =) ] e a Pulga teve que aturar o D. (com demasiadas cervejas em cima) a dizer-lhe "Toma lá uma, Pulga, que fazes há mais tempo, mas vê-se que estás com falta.") e ficámos parados em Madrid poque a auto-estrada estava cortada. O que foi uma óptima oportunidade para - adivinharam - por o "Benfica Mix" a tocar e irmos todos dançar entre os carros que estavam no trânsito (Mãe e Pai: caso estejam a ler o meu blog, isto é tudo ficção.). Entretanto cantam-me os parabéns (sim, fiz anos na sexta feira passada) a 40 à hora na auto-estrada com as carrinhas lado a lado. É bonito. E perigoso. E ficção, Mãe. Isto é tudo mentira.

"A que horas chegamos?" "Lá para as 5.30" diz-me o V. "Está quase" - penso. E fico um bocadinho triste. Estranho, estou cansado, mal sinto as pernas e estou a fazer um esforço para ficar acordado porque toda a gente já dorme e não quero que o V. conduza sem ninguém a falar com ele. Mas queria que a viagem continuasse. Porque ela simboliza muito mais do que uma simples viagem.

Chego a casa, caio na cama e adormeço. Toda a gente me vai gozar nas aulas. Estou-me a cagar. Fazia tudo outra vez. Cumprimentos especiais a todos os que foram comigo. Nem dois meses a escrever chegavam para os episódios todos. O caderno com as melhores tiradas está comigo, mas são tantas e algumas tão "privadas" que não faz sentido escrever todas. Fazia tudo outra vez, e estou certo que vocês também.

Porquê? Porquê esta dedicação toda, esta vontade louca de acompanhar um clube? Porquê? Porque é que não somos como os Benfiquistas que sofrem em casa, que vão à Luz de ano a ano ou como as pessoas que nem sabem o que é um fora de jogo?

A verdadeira questão, o verdadeiro porquê, não é a nós, que amamos os nossos clubes, que se coloca. Nós, as pessoas que seguimos um emblema com esta paixão toda (e aqui incluo todos os emblemas, todos os clubes) sabemos que a resposta, que o verdadeiro e puro porquê, é simplesmente o que mais choca os que não nos entendem. Nós fazemos isto por amor.

Um amor como não há entre duas pessoas porque sabemos que vai durar sempre, um amor como vocês, os que ficam em casa, nunca vão entender.

Chamem-me maluquinho. Mas eu amo isto. E, por favor, não me perguntem porquê.

15 Comments:

Blogger Adepto Fanático said...

Estou disponivel para dar aulas sobre comemorações de golos.
Puseste tanta coisa aí, e continua a faltar tanto...

AH AH AH

3:09 PM  
Blogger Pulga said...

Ainda hoje disse ao meu prof (em plena apresentação) "Se me dissessem "vais lá e vão levar duas batatas e sofrer imenso" eu respondia "não faz mal, vou à mesma!".

Já dizia o outro: "Nós que amamos o SLB somos assim!"

Obrigado a todos!

3:25 PM  
Blogger Blonga said...

Caso os teus pais algum dia leiam isto, reforço que é tudo mentira, nós fomos num autocarro de luxo conduzido por profissionais experientes, só que como a viagem foi tão confortável passámos a tempo a inventar estas pequenas historias, assim como a que eu fiz de policia mau, essa então contamos quando acordamos de manhã quase em Barcelona mal saímos das luxuosas camas que o autocarro tinha…
Foi assim: imaginámos que um espanhol nos batia (que parvoíce…) e que depois de inventar 30.000 desculpas para não preencher a declaração como deve de ser ainda diz “os Portugueses são assim todos tão desconfiados?” ao que respondemos em coro “SÃO!!!” e eu me saio com esta “e temos todos um granda caralho!!!!”…
Imaginem pais do M. se algum dia estas coisas poderiam ser verdade?

Só fazia tudo de novo, até dormir com o meu grande amigo N. :)

4:36 PM  
Blogger slb said...

fabuloso blog parabens

5:02 PM  
Anonymous Anonymous said...

Olá, vi o teu blog no serbenfiquista.com ( sou user de lá ) e dei um saltinho. está brilhante parabens :D

5:55 AM  
Anonymous Nuno said...

Grande viagem, com muito espirito!! Um grande obrigado a todos e em especial às manas Shaolin ahahahahahahhaha

9:38 AM  
Anonymous Makelele said...

A todos os que foram só vos digo uma coisa, mesmo que soubesse qual ia ser o resultado final, eu ia na mesma, porqu enão há nada que pague o convivio destas viagens, infelizmente não pude ir porque a m...da do meu patrão que é do ceportem boicotou a minha ida, mas digo-vos não fui e parece que estive com vpcês a viver esse momentos, cá estaremos para o ano..

2:22 PM  
Anonymous Ana Loureiro said...

Eu tb fui a barcelona, mas de uma forma bem mais confortavel :$ shame on me. De qualqier forma levasse 2, 3,4 ou 5 ou fossem lá quantos fosse iria novamente pelo imenso prazer que me dá em acompanhar o meu Benfica:)

3:58 PM  
Blogger BENFICA1904 said...

Fico cahteado
Pois concerteza que fico chateado.

estes gajos (e gajas) a curtirem e tem aqui o rapaz que ficar em Lx porque para uns gozarem outros tem de trabalhar e levar este país para a frente (ou então não).
Ao inves de liverpool, desta vez só o resultado não foi perfeito.

Aquele abraço amigo

6:59 AM  
Blogger Desnorteado said...

grande texto.. es um dos melhores bloggers k conheço sinceramente :)

E como tu dizes só nos que amamos um clube desta maneira sabemos o quanto iamos ve lo a todo lado, fosse qual fosse or esultado, fizesse sol ou chuva, seja caro ou barato!

ultras sempre presentes!

1:35 PM  
Anonymous Ju'83 ULTRAS PALESTRA 1914 said...

Ae, parabens belo Blog!!!
Vai PALMEIRAS!!!!!
PALMEIRAS BI-CAMPEAO LIBERTADORES 1999-2006

RUMO A TOQUIO!!!

ABRAÇOS!!!

Ju'83 MANCHA VERDE

3:30 PM  
Blogger Sempre na Memória said...

Sou um visitante assíduo do blog. Parabéns pelos textos. Neste post, gostei particularmente do diálogo com o velho.
FORÇA BENFICA

7:11 AM  
Blogger Catarina said...

This comment has been removed by the author.

7:16 AM  
Anonymous RapazDaLuz said...

Então e o k acharam dos "Mossos d'Esquadra" ?
Que tansos...

(Camp Nou) Feio, feio, feio

BENFICA SEMPRE

3:43 PM  
Anonymous A_COUNA said...

Mas quem é que vai jogar afinal??

=)

1:35 PM  

Post a Comment

<< Home