Wednesday, August 30, 2006

Lógica

Premissa número 1: A FIFA penaliza clubes que recorrem a tribunais civis.
Premissa número 2: Os tribunais civis fazem valer (pelo menos, supostamente...) as leis que vigoram nas constituições.

Conclusão: a FIFA penaliza clubes que tentem que seja a lei constitucional a vigorar o futebol.

(lógica independente daquilo que eu penso sobre o Caso Mateus)


Donde se tira que o que a FIFA quer é - através da força, do medo e da chantagem pura e dura - ultrapassar o poder dos próprios estados. E em vez da indignação, há a preocupação de cada clube de não ser prejudicado. Os que mandam e os que se calam, a velha dança a dois. E os que se calam somos nós, adeptos. A malta gosta é de música...

2 Comments:

Anonymous Anonymous said...

Antes demais, parabéns pelo Blog que acompanho quase desde o inicio.

Quanto à tua lógica, concordo plenamente. Mas assim como à o direito do trabalho, o fiscal e outros à o desportivo.

Aí existem também decretos e regulamentos dentro de cada um que se podem sobrepor à lei vigente, tendo espaço para o caso de a acção merecer que seja revista à luz de outro ramo do direito ou no caso de esses regulamentos prejudicarem a pessoa singular ou colectiva.

Neste caso a FIFA criou, com cumplicidade de quem a compõe ( Estados de direito, através das suas federações)regulamentos Globais para todo o futebol com o objectivo teórico de haver uma separação do poder politico e das leis gerais da especificidade futebolistica. Há excepções de recorrer ao direito civil, mas provando que os regulamentos da FIFA são omissos ou não contemplam determinada situação. Por exemplo o Jorge Costa: o Weah poderia ter apanhado x jogos e ele poderia ter interposto uma acção por agressão num trubunal "civil".
(Esta é também a lógica, sem querer dar a minha opinião)

Tiago

7:50 AM  
Blogger peri kızı said...


Yabancı konuşanların sex yaparken türkçe altyazılı pornolarını izlemek çok keyif verir her zaman.

3:53 AM  

Post a Comment

<< Home