Monday, October 17, 2005

tripeiros - Benfica: Dia inesquecível

Tenho uma memória bastante razoável, e para o Benfica, posso dizê-lo (quem compartilha comigo a bancada que assine por baixo para eu não passar por convencido...), sou quase enciclopédico em relação às coisas que vi. E se há coisa que já reparei é que tenho flashes, pequenas fotos de vários jogos que se repetem sempre que penso nesses mesmos jogos.
A fotografia de 15 de Outubro de 2005 vai morrer comigo. Estava mesmo junto à faixa, na primeira linha e no primeiro golo o Nuno Gomes vem ter connosco. E com o braço esticado e a cara toda a gritar golo (aquela imagem de marca com a boca toda aberta, os olhos semi-cerrados e os músculos da cara todos no grito: GOOOOOOOOOOOOOOOLOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!) leio nos lábios do nosso 21, enquanto apontava para a braçadeira: "`TÁ AQUI! `TÁ AQUI! TENHAM CALMA QUE `TÁ AQUI!"
Não sei escrever o que senti nesta "fotografia". A sério, não consigo. Não há prosa para o que senti. Respirei outra vez e voltei a gritar com mais força : "GOOOOOOOLLOOOOO!!!! TOMAAAA!! GOOOOOLOOO!!" Foram segundos loucos. Não pode haver mais poesia, mais extâse que marcar daquela maneira num estádio que nos fugia.
Nunca fui grande fã do Nuno Gomes, não tenho problemas em admiti-lo (o adepto_fanático bem me avisou para a grande época que ele ia fazer... ;) Já agora: http://estadiodaluz.blogspot.com Visitem e disfrutem.) e sempre o vi como um ponta de lança sem aquela confiança ilimitada que eu quero que um 9 do Benfica tenha. Mas desde sábado que dou (sem qualquer dor...) o braço a torcer. Foste grande, Nuno. Obrigado por isso.
O segundo golo foi quase um prolongar do primeiro. Foi como se o festejo ainda não tivesse acabado. Não tenho uma "fotografia" tão nítida desse golo (mas tenho uma ferida muito palpável no joelho à pala do mosh...) , apesar de o ter sentido também grandiosamente. Agora, a imagem do meu punho cerrado à frente da minha cara, a sentir nas minhas costas o pessoal todo a cair para também se chegar mais perto dos jogadores, vai estar sempre na minha cabeça e irá, decerto, interromper muitas vezes os meus pensamentos em aulas, no caminho para casa, em qualquer lado...
Seguiram-se 25 minutos ou 30 de vingança. Foi muito tempo a vê-los a rir. Foi gritar, com todas as letrinhas: "Estamos aqui. Existimos e somos maiores. Existimos, fomos Campeões na vossa cidade e vamos atormentar-vos para sempre." Não me venham com o "desprezo sabe melhor". Quem lá esteve, quem saboreou as caras deles, quem vingou num jogo 14 anos de seca (mas sobretudo os 10 anos, lembrando que está a começar outro ciclo, aquele que é a norma do futebol portugês: Nós.) sabe que assim é muito melhor. Ou não fossem as rivalidades a coisa mais linda desta vida.
Foram sorrisos eternos os que vi no final do jogo. Troquei abraços com os meus e ri-me com eles. Matáramos o borrego e era tempo de saboreá-lo e bem temperado.

A viagem de regresso foi das coisas mais surreais da minha vida. Reparem, eu estive 28 dias a comer sandes e a viajar de comboio, portanto era a pessoa mais apta para o que se seguiu, mas mesmo assim... Foi surreal.
10 - 10!! - horas do Porto a Lisboa, com paragens em empreendimentos turísticos tão requintados como a Amieira (diga?) ou as Caldas. A chegada a St Apolónia com as pessoas todas a olharem para o relógio e com ar de espanto também será sempre outra foto para recordar.
As histórias, as aventuras e as gargalhadas dessas 10 horas ficam para mim e para os que fizeram a viagem comigo. Porque há piadas que não vale a pena partilhar, dado que só quem as vive é que se ri.
É como a fotografia do Nuno Gomes a apontar para o escudo de Campeão que vai ficar para mim e para quem lá esteve.
Para sempre.

13 Comments:

Blogger Adepto Fanático said...

Sem dúvida um dia para recordar amigo!
Aqueles "OLÉ's" e o "Cheira a Lisboa" vão morrer connosco, tal como a foto que recordaste!
E a viagem... Sem comentários! Sem esquecer o TÓbikwelu a perder o comboio!!! lol

3:31 PM  
Anonymous Anonymous said...

Realmente... estava a ser tudo demasiado perfeito, lol!
Para o próximo ano não me importo de passar mais 24h com o pessoal todo, desde que traga mais 3 pontinhos lá de cima :)! Aquela viagem seria uma seca se lá não estivessem "Os suspeitos do costume" ;)!

Pulga

3:48 PM  
Blogger Arnaldo Icaro said...

This comment has been removed by a blog administrator.

5:31 PM  
Anonymous Anonymous said...

soube tão bem poder olhar para a tripeirada olhos nos olhos com um puro sorriso na cara em casa deles..
Tive pena de não ter tido a possibilidade de ver as expressões dos nossos jogadores (pois tava naturalmente bastante mais acima no sector do que tu) mas posso dizer que não precisei de proximidade nenhuma para explodir de alegria como explodi ( que o diga uma amiga minha que no segundo golo teve a infelicidade de sentir o meu punho a raspar-lhe com alguma convicção no queixo :/, é a emoção desmesurada materializada no descontrolo de movimentos :P.Soube tão bem vencer naquele covil que eu nem acreditava que aquilo estava realmente a acontecer..
O momento cómico da noite foi claramente quando aquelas duas personagens do colectivo se aproximaram do sector a provocar...eheheh "dá-lhE!!" , "tás fodido ahahaha!!!" , "já vais apanhar cabrão!!!" ehehehhe foi so rir essa cena.
E sim, a viagem de regresso foi extraordinariamente agressiva...sempre a parar aquela merda de comboio!!ainda tou com as costoletas de vitela todas fodidas
:P

ps: o que eu mais gostei de ouvir ecoar no covil foi claramente "o porto tem mais encanto na hora da despedida"

um abraço geral bem sorridente

spencer

5:36 PM  
Anonymous Anonymous said...

LINDO,n te quis presionar para escreveres esta cronica mas esperava-a anciosamente.Tal como tu nao tenho palavras para descrever o que senti mas a confiança era grande,repara meu amigo que quando estivemos no bar a conversar c T. e G. nunca,em mais duma hora,falamos do jogo e agora que penso nisso percebo que nos sabiamos,tinhamos de saber.Apesar de partilharmos bancadas diferebntes o amor pelo "benfas" é o mesmo e o abraço de vitoria que te dei no fim do jogo ficara gravado em mim no meio de tantas imagens deste dia.Aquele abraço grande amigo.F:

6:19 PM  
Blogger zé carlos said...

Parabens pela vossa vitoria. Vi o jogo num café e reconheço que o Benfica mereceu a vitória. Gostei também daquela frase para os SD's d0 Costinha :D Todos sabemos as rivalidades entre todos os grupos ultras , e eu sei bem o que é ir ao dragão e levar com aqueles tripeiros todos a melgar. Até um dia .

Abraço ultra.
SPORTING SEMPRE !

Continua com o teu bom trabalho.

3:08 AM  
Blogger Olelas said...

Bom, não é q seja um veterano nestas andanças, na verdade foi a minha primeira deslocação à "aldeia" uma vez q no ano passado nao fui (2ªfeira)! Mas tudo vai ficar para a história, todas as recordações, por amis que a gente as conte, não vao ter akele sentido de quem as vive!!! Uma das coisas q mais alegria e brilhjo nos olhos me pos, para alem da espectacular vitória, foi ver os habitantes da "invicta" levantarem-se e erguerem, sem medo, o seu cachecol em tons vermelhos, como se tivessem a pegar num troféu!!! Absolutamente lindo, depois de sentir um Dragão completamente abafado com as nossas 2000 vozes!!! Quanto á viagem... quem não fazia outra??? :D
24h sempre em grande convívio...
Obrigado a todos =)
Abraço
Olelas

7:31 AM  
Anonymous Fireal said...

Nós bem que diziamos pra largarem as carruagens dos diabos pra ver se o comboio andava, mas nada feito :P
Sem dúvida que esta vai ficar para a história, e a taça BES será nossa este ano!!!

abraço

7:48 AM  
Anonymous Anonymous said...

És brilhante e cada crónica tua é melhor que a anterior. No entanto tenho de te fazer um reparo: há muitos tripeiros benfiquistas!!

2:45 PM  
Anonymous Anonymous said...

se há. . . =) miki

8:26 PM  
Blogger jorge nunes said...

O termo "tripeiro", aqui está implicito, ser daquele clube de merda que joga de azul e branco e não ser um "homem do Norte, carago!!"

9:16 AM  
Blogger GR1904 said...

Só tive 24 horas para digerir o tour pelo dragão e respectivo regresso triunfal a Lisboa pela linha de Sintra, pois na 2ªfeira à noite já me estava a fazer à estrada para Villarreal. Dificilmente poderia ter sido melhor. E dificilmente se repetirão tantas e tantas circunstâncias como nesse fim de semana. Chegar a Lisboa às 11h30 vindos do Oeste, dps duma vitória na invicta, é qualquer coisa que mexe com os nossos sentimentos fanáticos. E não me esqueço dum pormenor: foi o Benfica que nos proporcionou tudo isto que vivemos. Nos momentos menos bons do Glorioso - porque o futebol tem os seus ciclos, como o M. bem disse - hei-de me lembrar deste dia. Para nunca me esquecer que há sempre um Benfica que nos surpreende quando menos esperamos.

3:07 PM  
Blogger BENFICA1904 said...

Sobre o jogo contra o fecepe só um comentário... CHEIRA BEM, CHEIRA A LISBOA!

Esta semana desgraçou-me... ai tenho tantas horas de sono para por em dia!

Abraço especial para ti amigo!

3:51 PM  

Post a Comment

<< Home